Hospital paralisa atividades de urgência e emergência


31/10/2017

O Hospital Nossa Senhora da Conceição anunciou, nesta terça-feira (31), em ofício enviado ao Prefeito Elias Diniz e ao Secretário de Saúde, que a partir do dia 6 de novembro não atenderá casos de urgência e emergência.

Segundo o diretor técnico do hospital, Dr. Gilberto Denoziro, a prefeitura não está repassando a verba necessária para manter os plantonistas, o que tornou impossível continuar a prestação deste serviço. Ele informa que os médicos plantonistas estão sem receber o salário há quatro meses.


Ele afirma que no ultimo dia 24, o hospital chegou a um acordo verbal com a prefeitura para evitar a paralisação dos plantonistas do hospital, mas a prefeitura por sua vez, não cumpriu com o que havia sido acordado.


Apesar dessa paralisação parcial, o Dr. Gilberto ainda informa quais setores continuarão funcionando.


O diretor diz que a paralisação é devida ao não repasse da verba. Ele conta que o gasto mensal do hospital fica por volta de 490 mil reais, e a prefeitura deveria estar repassando o montante de 200 mil reais, segundo um acordo de 2013, mas nem esse valor está chegando ao hospital.



Higor Duarte

Publicidade Notícias - 1
Publicidade Notícias - 2
Publicidade Notícias - 3